4 dicas para ser um planner criativo

Começo este artigo com a uma frase que eu gosto muito: “Uma meta sem um plano é somente um desejo”, do escritor francês Antoine de Saint Exupery. E ele tem razão quando faz essa afirmação, pois, se realmente quisermos que algo aconteça, é necessário fazer um planejamento. Seja para fazer uma viagem, para comprar um carro ou simplesmente fazer um almoço de domingo para família. E, obviamente, no mundo dos negócios as coisas não são diferentes.

Sem planejamento, ninguém vai a lugar algum. É como ficar enxugando pedra de gelo, sem resultados concretos. Segundo uma pesquisa do Sebrae/SP, a falha, ou melhor dizendo, a falta de planejamento é um dos principais motivos do fracasso de uma empresa. O estudo revela que 55% dos donos de empreendimentos entrevistados não elaboraram um plano antes da abertura do negócio. Ou seja, mais da metade não realizou o planejamento de itens básicos antes de iniciar as atividades.

Mas, claro, sabemos que não é fácil viabilizar um projeto ou vender uma ideia. E aí que entra o trabalho de um planner, que fica responsável por planejar e desenvolver as ações estratégicas para sua marca. A maioria das empresas já conta com a atuação desse profissional, que fica focado no conteúdo que deve ser produzido para o ambiente digital.

Porém, sabemos que nem todo negócio tem condições ter um planner. Pensando nisso, mostramos nesse artigo algumas maneiras de como conseguir executar o planejamento e ficar atualizado no mercado. Se você é um desses que têm que fazer tudo sozinho, fique atento ao que acontece ao seu redor. Observe as novidades e esteja apto às mudanças, pois a todo momento, é preciso se reinventar para ser, cada vez mais,  assertivo nas suas escolhas. E não se esqueça: aqueles que não têm medo de mudar e de se  arriscar estão um passo à frente.

 

Afinal de contas, o que é planejamento estratégico?

Em um planejamento estratégico, o profissional dessa área tem que descobrir a essência da marca, identificar oportunidades e gerar bons resultados. Para que uma empresa passe credibilidade, ela precisa fazer com que o público acredite naquilo que ela fala, além de ser relevante – que é um grande desafio para a maioria.

Para isso, no entanto, é fundamental ser CRIATIVO. Planejar ajuda na inspiração e na execução um excelente trabalho. Também é função de um planner analisar o mercado e a concorrência. Mas não é apenas de números que estou falando. A função de um planejador vai além de montar um cronograma. Nós – planejadores – não podemos nos esquecer de que estamos lidando com GENTE. Pessoas que têm o poder de decisão, que são imprevisíveis e que têm gostos e vontades distintas. E, por isso, além de pensar em estratégias, é preciso enxergar por diferentes ângulos e gerar insights para alcançar as metas.

Muitos sentem uma certa dificuldade para estimular a criatividade. Eu mesmo – Natália Fontenele – por exemplo, acho isso um grande desafio, mas venho trabalhando esse quesito. Sim! Criação é treino, pessoal! E quem tiver paciência, terá um resultado positivo.

“A criatividade é fortalecida quando se tem uma mente

preparada e concentrada no problema.”

Alan Lightman

Planejamento estratégico e a criatividade

Um planner traça metas e indica às empresas o melhor caminho a ser seguido para atingir um objetivo. Mas, como em qualquer mercado, existem os obstáculos, e é aí que entra a criatividade. Ela ajuda a superar os imprevistos. Os dois – planejamento e criatividade – quando trabalhados juntos, não têm chances para o erro, e o sucesso é certo. Pode acreditar!

Para te mostrar como se tornar um planner criativo, listei 4 dicas fundamentais. Confira a seguir:

 

1 – Interaja com o público

Estude seus clientes e busque interação com eles. Um bom planner lida com pessoas e não somente com a “números”. Mas não foque no público, fale diretamente com o indivíduo. Use a linguagem da sua empresa para promover engajamento com eles nas redes sociais, por exemplo. Interaja e provoque o envolvimento dele com a marca.

 

2 – Viva experiências

Seja ouvinte e espectador da vida. Experimente coisas novas, conheça novas pessoas, consumidores e o mercado. Visite lugares, viva experiências diferentes para, assim, fazer análises, a partir de outro ponto de vista. Essas ações são fundamentais para ser um planner criativo.

 

3 – Seja útil

Esqueça a complexidade das coisas. Um planner criativo tem que solucionar o problema da maneira mais simples e mais rápido possível. Portanto, pense fora da caixinha e seja objetivo, pois o cliente quer solução.

 

4 – Fique atento e seja visionário

Observe tudo o que acontece ao seu redor. Um bom planner deve estar atento ao presente e sempre de olho no futuro. Pode parecer um processo muito complexo, mas não é. Para gerar insights, basta ter algumas atitudes como buscar informações, conversar com outras pessoas, se envolver com a marca e observar seus concorrentes. Tudo isso ajuda a estimular ideias.

Ter criatividade no planejamento é essencial para surpreender e entregar os resultados esperados, superando as expectativas.

Então, tenha foco e planeje suas ações para fazer acontecer, de verdade. Aproveite também e compartilhe esse post nas suas redes sociais para promover engajamento com seus seguidores.

 

Sobre a autora:

Natália Fontenele  Natália Fontenele é social mídia, formada em Marketing, com foco em planejamento e desenvolvimento de projetos. Tem como propósito criar conexões e surpreender as pessoas. É autora do projeto Compartilhando Planos, com a missão de compartilhar histórias e experiências para ajudar as pessoas a se planejarem de maneira autêntica.
Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *