[ENTREVISTA] Para tirar a criatividade do papel, organize seu ambiente de trabalho

Antes de começar a pensar em tirar as ideias do papel, é preciso se preocupar com a organização do ambiente, independentemente de qualquer área de atuação. Isso é fundamental para o processo produtivo, ajuda na praticidade e, consequentemente a estimular a criatividade.

Para a psicóloga Ana Cláudia Pinheiro, especialista em Finanças e Estratégia e professora de organizações na Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM), a organização do ambiente potencializa o gerenciamento da rotina do dia a dia em modelos de gestão focados em qualidade total.

 Adoto a técnica chamada 5S, a qual dois dos princípios são a organização e limpeza do ambiente — afirmou. 

Esse conceito trata-se de um método japonês que tem como base cinco palavras iniciadas com a letra”S” (Seiri, Seiton, Seiso, Seiketsu e Shitsuke). Em português, elas podem ser definidas como “sensos”:  senso de organização, senso de limpeza, senso de saúde, senso de utilização e senso de autodisciplina – elementos fundamentais para uma empresa ou pessoa que quer ser bem sucedida.

Também entrevistei a consultora em organização Kalinka Carvalho,  que é especialista no assunto e é conhecida por ser extremamente organizada. Porém, ela ressalta que organização em excesso não tem nada a ver com Transtorno Obsessivo Compulsivo (TOC).

Leia, abaixo, a entrevista com a personal organizer na íntegra:

 

Daniela de Paula | Criatividade em Rede: Qual a importância da organização do ambiente para o processo criativo de uma pessoa ou empresa?

Kalinka Carvalho: Corre um dito popular que só os bagunceiros são criativos. Isso não é verdade. O processo criativo acontece em diversos ambientes, dos mais bagunçados aos mais organizados. O que diferencia é que, quando nos organizamos, conseguimos tirar as ideias da mente e colocá-las no papel de maneira a serem concretizadas. E quando somos bagunceiros, ficamos apenas nas ideias e não conseguimos colocá-las em prática por falta de organização. Quando trabalhamos com uma equipe, a organização é fundamental.

Tem outro ditado que as pessoas usam muito: “Eu me encontro na minha bagunça”. Sim isso é verdade, mas apenas ela se encontra na bagunça. Outras pessoas, que precisassem ter acesso ao material, não achariam. E isso prejudica o trabalho de todo um grupo.  

 

D.P:  De que maneira é possível tornar o ambiente mais agradável e criativo?

K.C: Sabia que arrumado é diferente de organizado? No ambiente arrumado, as coisas são colocadas em locais para ficar esteticamente bonito. Já no organizado, as coisas são colocadas de maneira funcional, ou seja, seguindo uma lógica e de maneira personalizada. Organização é fundamental pois conseguimos alinhar funcionalidade e incentivar a criatividade. Torne o ambiente agradável tendo apenas aquilo que usa, deixe tudo que usa com frequência próximo a você, reutilize elementos para fazer organizadores, por exemplo.

 

D.P: O que é fundamental para as empresas quando o assunto é a organização?

K.C: Todo empregador hoje procura profissionais que sejam proativos, que consigam realizar muitas coisas e, para que isso seja realmente eficaz, o empregado tem que ser organizado. A organização dentro da empresa começa com a mesa de trabalho, passa pelos processos da empresa – que muitas vezes não existem -, e finaliza com as metas que devem ser realizadas. A organização do indivíduo e da equipe ajuda em tudo isso.

 

D.P: A falta de organização pode trazer quais dificuldades para as empresas?

K.C: Já ouviu a palavra retrabalho? Sim muitas empresas “perdem” dinheiro por falta de processos e organização. Ela ajuda a ter uma equipe produtiva, economia de dinheiro e processos formatados.

 

Kalinka Carvalho, consultora em organização

D.P: Você pode dar algumas dicas de organização?

K.C: Muitas, meu blog (www.kalinkacarvalho.com.br) está cheio delas (risos). Uma das dicas fundamentais e que todas as pessoas devem saber é que é necessário ter uma agenda e um gerenciador de tarefas. Todos precisam disso para começar a se organizar.  A pessoa pode escolher a melhor ferramenta, aquela que combina melhor com seu estilo: física ou virtual, mas é fundamental tê-la e, principalmente usá-la. A mente foi feita para criar e pensar e não para guardar informações. Liberar a mente faz você produzir mais e melhor.  Outra dica é usar as cores das pastas para organizar documentos, assim o cérebro entende e memoriza melhor.

 

D.P:  Muitas pessoas acham que organização demais é Transtorno Obsessivo Compulsivo (TOC). O que você acha disso?

K.C: Organização não é TOC.  Ser uma pessoa organizada é fundamental para ter sucesso. Existem as pessoas mais organizadas que outras, mas isso não é TOC. É a mesma coisa dizer que existem pessoas mais criativas que outras, pessoas mais proativas que outras, pessoas mais ciumentas que outras, etc. TOC é um transtorno mental caracterizado pela presença de obsessões, compulsões ou ambas. TOC é uma doença popularmente conhecida como “mania”. Tudo em exagero é ruim. Quando uma característica está atrapalhando sua vida, isso pode ser considerado TOC. O mercado de profissionais de organização surgiu e está em amplo crescimento porque existem pessoas que não sabem por onde começar a se organizar e sentem a necessidade de uma  ajuda profissional.

 

E aí, gostou das dicas da Kalinka Carvalho para organizar o ambiente de trabalho? Agora se prepare para transformar o seu espaço e aproveite para deixar a sua opinião neste post e também acompanhar  o trabalho dela!

 

 

 

Sobre a autora:

       Daniela de Paula Daniela de Paula é jornalista especialista em Marketing de Conteúdo, apaixonada pela natureza, por bichos, decoração e tudo que envolve a filosofia do “faça você mesmo”.
Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *